Presente

Ele diz: eu só sei como as coisas são. Não pergunte como poderiam ser, como seriam, como serão. Ele só sabe viver no presente. Se arrasta. Não sabe dizer do amanhã. Nem pensa. Nem imagina. Levanta-se todo o dia como se fosse o primeiro. Ele não tem memória. Cria sempre um universo ao redor de si. Para lhe dar conforto. Que se apaga. Quando fecha os olhos. Cria seus afetos. Simula conversas. Seleciona seus gostos. Ele é pura invenção. Dia desses conheceu uma pessoa. Velha conhecida. Queria que aquele momento durasse para sempre. Precisava congelar o tempo. Tentou nunca mais dormir. Ele não tinha futuro. E queria sentir saudades.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s